Contrato de Gaveta

Contrato de Gaveta na compra e venda de imóvel, é seguro?

contrato-de-gaveta

Quem compra o imóvel se responsabiliza pela dívida, mas o imóvel continua no nome do Mutuário que adquiriu o financiamento com o Banco.

Embora, comum essa prática, compra e venda de imóvel por Contrato de Gaveta, não é seguro.

São evidentes os riscos e frequentes os prejuízos por negócios fechados por meio desta modalidade.

Se você está querendo comprar um imóvel desta forma, saiba algumas, entre tantas, das preocupações que poderá ter:

Será que o antigo proprietário agirá de má fé vendendo o imóvel a outra pessoa que queira através da Instituição financeira, passar o financiamento para o nome dela?

E se o antigo proprietário adquirir dívidas que recaiam sobre o imóvel?

Será que em caso de falecimento do antigo proprietário, os herdeiros irão se recusar a reconhecer o Contrato de Gaveta?

E se o antigo proprietário entrar em um processo de separação e o imóvel ficar indisponível?

Se você consegue fazer esse tipo de negócio, deitar a cabeça no travesseiro e dormir, diante de tantas interrogações, e ainda, assumir os riscos, então, tudo bem. Vá em frente!

QUAIS OS RISCOS PARA O VENDEDOR DO IMÓVEL?

riscos-para-o-vendedor-contrato-gaveta

Agora, se você quer vender o seu imóvel desta forma, saiba que o Vendedor também fica vulnerável com a venda por Contrato de Gaveta, embora seus riscos sejam menores. Saiba alguns deles:

Se o Comprador deixar de pagar as prestações, é o nome do Proprietário Legal que vai para o SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), após três meses de inadimplência.

E se o Comprador deixar de pagar a taxa de condomínio, o Vendedor pode ser acionado na Justiça e ter alguns de seus bens apreendidos judicialmente como garantia de pagamento da dívida.

Sendo assim, será ótimo pensar com calma e prudência, antes de comprar ou vender um imóvel por meio de um Contrato de Gaveta.

Sucesso! Boas decisões! Bons Negócios!

Nota:

A primeira versão deste artigo foi publicada no dia 14 de Julho de 2014. Proibida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização escrita.

Sobrado em Condomínio

Algumas das qualidades deste belo imóvel que está à venda, em Betel, Paulínia,SP.

Design interno clean, energia solar, pé direito alto, excelente padrão de acabamentos. Sobrado construído em terreno de 300 m², sendo sua área útil de 205 m². Dispõe de 03 dormitórios, sendo 01 suíte, com ar-condicionado, banheira com hidromassagem e sacada, todos com armários planejados. Sala de estar, sala de jantar, cozinha planejada, despensa, lavabo, escritório, banheiros com box blindex e peças cerâmicas modernas, área de serviço e garagem para vários carros, sendo 2 cobertas.

Veja mais informações a seguir, logo após as fotos. E, inclusive, você poderá ver detalhes de cada ambiente, clicando sobre cada uma delas…

Condomínio todo murado, com portaria blindada e segurança 24 horas. Dispõe de quadra poliesportiva, campo de futebol, playground, academia ao ar livre. É bem iluminado, arborizado, possui pista para caminhadas com quiosque para descanso e salão de festas com churrasqueira.

Documentação apta para financiamento.

Valor do condomínio: R$ 350,00

Valor do IPTU: R$ 580,00 (anual)

Valor de venda: R$ 810 mil

Estuda permuta

Contato:

E-mail: claudia.adan@creci.org.br,Whatsapp: (19) 99103.5702

As informações quanto a valores foram cedidas pelo proprietário do imóvel e estão sujeitas à alterações.

Opinião Profissional

Devo optar pelo auxílio de um profissional?

Imóvel só com Corretor

Compra e venda de imóveis com segurança.

A parte da compra ou venda, que trata sobre documentação do Imóvel é cheia de detalhes, e a sua verificação tem que ser minuciosa.

Vou deixar para você, aqui neste Blog, dica de quais documentos precisará e onde buscar.

Porém, recomendo que peça o auxílio de um Corretor de Imóveis que está preparado para esta tarefa.

Tome o cuidado de verificar se o profissional e/ou imobiliária escolhidos tem registro junto ao CRECI – Conselho Regional de Corretores de Imóveis.

Se você optar pelo auxílio de um profissional, essa decisão facilitará em muito a sua vida no que se refere à compra do imóvel, pois, além de selecionar imóveis que tenham as características de sua preferência, dentro da sua condição financeira, o mesmo também cuidará, antes mesmo de que você visite o imóvel, de checar informações do tipo: se o imóvel não está hipotecado, ou envolvido em alguma disputa judicial por questões de herança, separações, ou outras mais.

Quem arcará com os honorários do Corretor?

Normalmente, quem paga os honorários do Corretor de Imóveis é o Proprietário vendedor, a menos que seja combinado diferente, ou que você precise de um serviço extra.

Mas, para realizar esse serviço extra é necessário que se faça um contrato de prestação de serviço especificando o que exatamente, o profissional vai fazer, e o quanto vai receber pelo serviço prestado.

Está em suas mãos!

Nota:
A primeira versão deste artigo foi publicada no dia 29 de Março de 2016. Proibida a reprodução do conteúdo sem prévia autorização escrita.